1 de fevereiro de 2009

ENTREVISTA A CAROLE COSTA...

E dando sequência às entrevistas que venho a realizar, escolhi desta vez CAROLE COSTA, minha colega de selecção e grande amiga.
Carole é das jogadoras com mais potencial a nível nacional. Demonstra uma grande qualidade técnica e uma força fora do vulgar. Destaco também a sua alegria constante, capaz de contagiar todo o grupo.
Por tudo que demonstra ser em campo e também fora dele, ganhou desde cedo a minha admiração, pelo que não hesitei em pedir que partilhasse algumas curiosidades, que vão ter oportunidade de conhecer.

Carole Costa na primeira pessoa...

Mélissa: Ainda te recordas da primeira vez que jogamos juntas? Qual foi a tua primeira impressão acerca de mim?
Carole: Perfeitamente. Foi na minha primeira chamada à selecção da AF Braga. Já tinha ouvido falar de ti porque, tal como eu, jogavas com os rapazes e isso dava que falar (risos). Fomos as duas de equipamento igual e só por aí vi logo que eras boa pessoa (risos). Começou aí uma grande amizade. Em termos futebolísticos já sabes o que penso em relação a ti. Tens uma garra como nunca vi, sabes motivar a equipa e tens uns pezinhos de fazer inveja (risos). Tens tudo para seres uma grande jogadora.
Mélissa: Entretanto já passaram alguns anos. Já partilhamos vários momentos ao nível da selecção, uns melhores, outros piores. Queres destacar algum?
Carole: Já passei muitas histórias da minha vida contigo, quer ao serviço da AF Braga quer ao serviço da selecção nacional, como os almoços de convívio onde tu te viravas para a comida saudável e eu para a "comida de plástico", ups... isto não era para ser dito (risos).
Foram momentos fantásticos, de aprendizagem, que espero durem por muitos e muitos anos.
Mélissa: Sem dúvida que são momentos que ficam para sempre, principalmente pela alegria de estarmos ao serviço do nosso país. E por falar nisso, o que significa para ti representar o nosso país?
Carole: Para mim, representar o nosso país é algo único. O prazer que tenho em jogar futebol, juntamente com a oportunidade de jogar na selecção nacional, faz-me sentir que tenho valor e isso motiva-me para trabalhar cada vez mais e mais, em prol da minha equipa e da selecção nacional. Só quem tem esta oportunidade pode sentir o gosto que dá representar o país, a alegria de pertencer a um grupo tão unido, que luta todos os dias para melhorar o futebol feminino em Portugal, diria mesmo um grupo que faz parte das nossas vidas como uma "família".
Mélissa: E agora seria inevitável falar de ti e do teu clube. Devo dizer que o teu talento se destaca, não sendo de estranhar que tenhas sempre inúmeros convites e inclusive propostas de contratos semi-profissionais. Porque motivo te manténs fiel ao teu clube, a Casa do Povo de Martim?
Carole: Antes de mais obrigada pelo elogio. Sim, é verdade que tenho tido todos os anos convites de equipas e isso deixa-me contente, porque é sinal que gostam do meu trabalho e de me ver jogar. Essa pergunta é um pouco difícil de responder, mas vou tentar... talvez pela CP Martim ter sido a minha primeira e única equipa desde que jogo futebol federado e porque sempre me deu apoio, nos bons e maus momentos. Tenho uma ligação muito grande à equipa.
Sei que és sabedora que ía mudar de equipa este ano, a própria CP Martim também o sabia, porque não era segredo nenhum que este ano o meu desejo era jogar na 1.ª Divisão Nacional, mas por razões de saúde não foi possível concretizá-lo.
Mélissa: Apesar dessa ligação, certamente as tuas ambições não ficam por aqui. Que gostavas mais de realizar a nível desportivo?
Carole: Ainda há muito para fazer pelo futebol feminino português. Em termos pessoais, como já referi, espero jogar num clube da 1.ª Divisão Nacional, espero também ter oportunidade de jogar num clube estrangeiro, para ganhar experiência e também espero continuar a representar Portugal.
Mélissa: Com esses teus desejos, faz parte das tuas perspectivas seres profissional de futebol?
Carole: Sempre tive esse desejo em mente, mas como para já em Portugal isso não é possível, vamos primeiro fazer crescer este nosso país, o que já se tem conseguido e bem, depois mais tarde, quem sabe?! Hoje em dia penso em tirar o meu curso de Ciências do Desporto e manter em paralelo a prática do futebol no meu clube e se possível na selecção nacional, mais tarde o tempo o dirá.
Mélissa: Tal como eu, sabes que o futebol feminino continua a ser o parente pobre no nosso país, o que é uma injustiça para quem gosta e para quem o pratica com toda a dedicação. Que comentário fazes ao actual estado do futebol feminino em Portugal?
Carole: A minha opinião é que ainda há muita coisa para fazer, embora esteja tudo encaminhado para que este país cresça em termos de futebol feminino. Já se notam algumas diferenças neste "novo mandato" na selecção nacional e há que continuar a acreditar, lutar e confiar naqueles que querem o mesmo que nós. Uma maior ajuda aos clubes, a criação de escolas de futebol feminino e a criação de um leque mais competitivo nos campeonatos nacionais, faziam mudar muito o nosso país em termos de futebol feminino.
A palavra certa é mesmo acreditar que também conseguimos, manter a garra que nos é característica e na minha opinião, mais dia menos dia vai mudar.
Mélissa: Já falamos bastante de ti. Agora o grande desafio... não podia deixar de perguntar-te como me vês enquanto pessoa e como caracterizas toda a minha vivência no mundo desportivo.
Carole: Mélissa não seria mais fácil caracterizar-te... és a força em pessoa, lutas por aquilo que acreditas, tens a garra dentro de ti e só descansas quando atinges os teus objectivos. Ainda bem que és assim, porque transmites energia positiva às pessoas que te rodeiam. Tens uns pezinhos maravilhosos e tudo para seres uma grande jogadora.
Mélissa: Para finalizar, queres deixar uma mensagem a todos quantos vibram com o futebol feminino?
Carole: Obrigada a todos que lutam todos os dias pelo mesmo que eu. Vamos continuar a acreditar e a lutar, pois com a nossa força e a força dos outros que se juntam à nossa causa, sairemos desta "guerra" vitoriosos.

4 comentários:

Anónimo disse...

Olá Mely,

Mais uma grande escolha... isto só demonstra que te sabes fazer acompanhar e que sabes escolher bem os teus "outros significativos".
Contemplaste, desta vez, uma das pessoas que conheço que demonstra mais alegria e vontade de viver. Ao lado dela não há tristezas e é fantástico como encara a vida, que nem sempre foi tão fácil como possa parecer a quem não a conhece.
Relativamente ao futebol... eu diria que esta Carole que conhecemos é mesmo uma fora-de-série. Transpira força e é incrível a frieza com que aborda cada lance e mais incrível ainda o facto de, apesar de jogar quase sempre a central, ter uma delicadeza com a bola e capacidade técnica fora do comum.
É uma grande jogadora.
Parabéns Mely pela escolha.

E tu Carole, já sabes tudo o que penso sobre ti, porque já te disse inúmeras vezes. Continua com esse jeito de menina e alegria de criança... fico à espera da actualização, que me prometeste, do meu reportório de anedotas.
Para a história fica aquela "até os... batem palmas" - Única!!!

Beijinhos para as duas,
EP

JC disse...

Epah , a Carole ... x)
Concordo Principalmente com aqela parte do " Destaco também a sua alegria constante, capaz de contagiar todo o grupo "

Essa rapariga e' do pior , ta-se sempre a rir :PP
Mais sela e' impossivel x)

Quanto a qualidade futebolistica , nao posso falar muito , mania ja tem ela que chegue :P eheheh no tripe :PP

So' vos tenho a desejar a maior sorte no mundo do futebol , e pelo que sei de vocês ( que nao e' muito ) são as estrelas da nossa selecção portuguesa :PP

ehehe
boa sorte :)

bjinhos *

Luís Silva disse...

Força meninas!!! Levar smp o país o mais longe possível!!! Sei k vocês n têm as melhores condições, ms isto é como tudo, só kem luta contra as adversidades é k almeja algo e para conseguir mudar este "sistema" é preciso fazer-lhe frente sem nunca desistir!
É duro, e poderá custar + ainda, ms kd no final sairem "vencedoras", n digo a nível competitivo, ms a nível ambicional e d empenho, vao ver o vosso trabalho, dedicação e esforço recompensados.
Há mta gente a apoiar-vos e k continuará a apoiar e cada vez + gente a kerer juntar-se à vossa causa, por isso continuem k vocês vão fazer parte d uma história de mudança no futebol feminino!!!

Pa minha Carole, ela ja sabe o k penso dela, tem umas tábuas em vez d pés, penalties acho bem k ela nunca marque pk senão a seleção tem muito a perder, enfim, muito fraquinha mesmo....lolololol agr a sério, tem msm muito valor e a entrevista enumera de uma forma mto explícita a GRANDE jogadora k é, característica k só é ultrapassada pela sua grande personalidade!!! É uma pessoa k eu ADORO por uma infinitude de adjectivos k de facto não chegam para qualificá-la!!! Tenho muito orgulho por ela me ter escolhido para "padrinho", isto em termos académicos, mas + ainda por ser minha grande amiga!!! Deixo-te aki 1 bju minha trenga ;p

Nunca é demais escrever : FORÇA PORTUGAL, FORÇA MENINAS

poste disse...

oi mélissa!!!

escolheste muito bem uma pessoa para entrevistar..

ja tive opurtunidade de jogar com as duas, e este ano tenho o privilégio de jogar na mesma equipa com a carole...ela transpira energia,garra e coragem...

ás duas desejo-vos o melhor possível...

bjs